Lições importantes para criar uma cultura criativa na sua empresa

Daltro Coutinho
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Lições importantes para criar uma cultura criativa na sua empresa

Se você está perdendo clientes, se seus produtos não são inovadores, se você sente que a sua marca está sem brilho, é hora de criar uma cultura criativa na sua empresa.

Pois é.

Uma cultura criativa, o que também pode ser traduzida como uma cultura de inovação, irá melhorar, e muito, os resultados da sua marca. Tanto no curto, quanto nos médio e longo prazos.

Então, deixa eu te falar mais sobre isso. 

Veja também: As empresas devem se posicionar? Entenda responsabilidade social das empresas

O que é Cultura Criativa ou de Inovação?

Quando falamos sobre o que é Cultura de Inovação dentro de um entendimento organizacional, falamos sobre a soma de processos, hábitos, práticas, valores, estruturas e incentivos que uma determinada organização tem.

São esses padrões de comportamentos consistentes dentro das organizações que definem a sua cultura.

Logo, uma Cultura de Inovação é, como o nome já diz, uma cultura organizacional focada na inovação, que realmente a valoriza e apoia, permitindo aos colaboradores desenvolver e implementar novas ideias.

É um ambiente que apoia o pensamento criativo e promove os esforços para extrair valor econômico e social do conhecimento e, ao fazer isso, gera produtos, serviços ou processos novos ou aprimorados.

Saiba mais: O que são métricas de marketing e como elas devem ser medidas?

É preciso persistir

Como Steve Jobs disse a famosa frase: “Continuem com fome, continuem bobos”, que significa nunca estar satisfeito, e sempre seguir em frente.

Pesquisas mostram que você precisa, pelo menos, de 50 ideias para obter 10 potenciais projetos, dos quais apenas dois serão bem-sucedidos, por isso não desanime se as suas ideias iniciais não são um sucesso.

Reconhecer iniciativas inovadoras

Para criar uma cultura de inovação, não basta ser tolerante ao erro, é preciso reconhecer as iniciativas que buscam novas soluções.

Isso quer dizer que líderes devem compensar o comportamento inovador, incluindo assumir riscos, mesmo quando os resultados não forem imediatamente positivos.

Como forma de reconhecer esse esforço, podem ser adotadas medidas como: dar aos colaboradores tempo livre para investir em novos projetos; oferecer aumentos e promoções para aqueles que contribuem com ideias inovadoras ou celebrar os esforços de inovação durante uma reunião de equipe.

Lembre-se que quando há pressão excessiva para o aumento de produtividade, as equipes não têm tempo para inovar.

Aprenda também: Dicas fantásticas para prospectar clientes

Estimule a colaboração

Os colaboradores de uma empresa com cultura de inovação são constantemente estimulados a aflorar seu potencial criativo.

Isso acontece devido à liberdade que lhes é dada para se expressarem e trabalharem, e também ao próprio ambiente físico, com layouts que promovem a integração e elementos estimulantes, como cores e decoração diferenciada.

Além disso, também é fundamental a forma como a rotina é construída, com espaço, por exemplo, para diálogo, reuniões de brainstorming e o envolvimento de colaboradores de todos os níveis para conhecer a percepção que eles têm sobre as soluções oferecidas aos clientes e os processos necessários para chegar a elas.

Outro ponto que precisa ser muito bem trabalhado em uma cultura de inovação é a colaboração.

Lições importantes para criar uma cultura criativa na sua empresa
Lições importantes para criar uma cultura criativa na sua empresa

Leia em seguida: Experiências significativas aos clientes: dicas para arrasar

Colaboração faz o time crescer

As pessoas precisam compreender a fundo aquela velha sabedoria popular que diz que duas cabeças pensam melhor que uma.

Alguém pode ter o início de uma ideia, mas, ao compartilhá-la com a equipe, a ideia passa por tantas transformações – e melhorias – que ela deixa de ser a ideia de um e passa a ser a ideia do time.

Esse entendimento é fundamental para que a inovação realmente floresça e vire cultura.

A empresa não deve estar em busca de gênios criativos individuais, e sim de uma genialidade coletiva, que só é construída com senso de time, escuta ativa e colaboração.

Defina UM problema por vez

Em qualquer processo criativo você precisa ter uma definição clara em mente: toda ideia está à serviço de um problema específico. 

E se você não tiver claro qual é o problema que a sua marca se propõe a resolver, como irá saber se a ideia que foi criada é a melhor resposta para impulsionar seu produto ou serviço? 

Então, não se limite a investir tempo nessa etapa do processo. Você precisa ir fundo e descobrir, principalmente, qual é a raiz desse problema. 

Quais são os principais fatores que estão impedindo a sua marca de crescer exponencialmente? 

Por mais que para muitos seja perda de tempo, tentar resumir o principal problema da sua marca em uma linha é uma tarefa fundamental no processo criativo. 

Esse carinho com a definição do problema vai te poupar muito retrabalho lá na frente. Pois, em alguns casos, os profissionais de marketing têm a falsa impressão de que sabem qual é o verdadeiro problema da marca.

Mas, na maioria das vezes, eles não têm a menor ideia.

É nessa etapa do processo que devemos gastar esforços em pesquisas bem direcionadas, entender o que está sendo dito sobre a sua marca e, principalmente, analisar os movimentos culturais mais relevantes.

E claro, entenda Big Data

Não é novidade que existem milhões de informações sobre o comportamento dos usuários dentro da internet. É na análise e compreensão desse grande volume de dados que o Big Data se encaixa.

Toda essa informação é obtida por análise de bancos de dados e controle de tráfego dos usuários.

É um trabalho que exige muito entendimento, tanto que já existem empresas que realizam pesquisas especializadas em Big Data.

De 2022 em diante, o mercado irá aprender cada vez mais como ler e entender essas informações, podendo aplicar em novos posicionamentos de marca ou até em novos padrões de negócios.

Pronto, este foi o meu artigo sobre como criar uma cultura de inovação na sua empresa.

Quer ler mais conteúdos como este? Continue acompanhando o Blog. Estou sempre trazendo dicas, notícias e novidades sobre a cultura de inovação.

Agradeço a leitura e até a próxima.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *