Uma empresa que SÓ sobrevive não está tão errada!

Daltro Coutinho
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Uma empresa que SÓ sobrevive não está tão errada!

Já tenho mais de 8 anos nessa jornada de Branding e durante todo esse tempo vejo pessoas me procurarem sempre com uma dor parecida: minha empresa só sobrevive, não tenho dinheiro para investir em branding ou construção de marca.

E hoje eu quero rebater essa reclamação com uma resposta provocativa: e daí?

Calma, antes de você achar que eu estou fazendo pouco das empresas, quero que preste atenção em um ponto: investir em Branding pode não ser uma prioridade para muitas empresas, e tá tudo bem.

Sim, eu, um profissional de branding, que estou falando isso.

Vou explicar ao longo do artigo. Vem comigo.

Lições importantes para criar uma cultura criativa na sua empresa

Para que serve o Branding mesmo?

Sem dúvida você já notou que nos últimos 15 anos o comportamento das pessoas se transformou completamente. Se você quisesse anunciar o sexo do seu bebê para familiares e amigos, apenas enviaria uma mensagem: é menino, é menina. Hoje, você faz uma festa.

E o mesmo serve para muitos e muitos outros eventos. A principal razão dessas transformações vem das redes sociais. Claro.

Elas moldaram as expectativas das pessoas sobre as próprias vidas, sobre seus resultados e sobre as suas crenças pessoais. E como marcas são feitas de pessoas, elas transformaram também as marcas.

Hoje, investir em Branding está na moda e quem não faz isso acha que está perdendo tempo. Mas, será mesmo?

Bem.

Vamos ver para que serve o Branding, afinal.

O que é Digital Storytelling e como usar na sua estratégia?

Vantagens do Branding

Fato é, com uma boa estratégia de Branding, você consegue:

  • Agregar valor ao seu produto
  • Se diferenciar da concorrência
  • Tornar a sua marca mais atrativa para investidores
  • Aumentar a competitividade do seu produto frente até a produtos “melhores”
  • Assegurar seu valor de negócio
  • Conquistar clientes mais qualificados
  • Facilitar os trabalhos de marketing e vendas
  • Construir um legado

Sim, veja, uma boa estratégia de Branding é capaz de gerar todos estes resultados, mas será que ela é necessária para todas as empresas, sem exceção?

Eu acredito que sim, e que não, ao mesmo tempo.

Quando o Branding é positivo?

Quando você está com a cabeça fora d ‘água. É simples assim.

Eu não vou chegar aqui e dizer que você precisa urgentemente investir em branding já desde o primeiro dia, pois eu sei que o principal é manter a cabeça fora d´água.

Ou seja, sobreviver, enfrentar as crises, fechar as contas no final do mês.

Ah, mas eu vi em um curso que eu só vou crescer se eu tiver uma marca forte, etc. Bom, isso é verdade, mas você pode fazer isso sem investir altas quantidades de grana em branding.

7 ideias lucrativas de lojas online que você precisa conhecer

O que é Investir em Branding de verdade?

Agora você vai entender onde eu quero chegar. Investir em Branding, não é:

  • Solicitar um nome bonito
  • Ter um logo bacana
  • Desenvolver aquela paleta de cores fantástica
  • Possuir diversos manuais de Tom de Voz, de Marca, de Estratégias
  • Postar coisas descoladas nas redes sociais

Sendo assim, entenda, essas coisas são ferramentas do Branding, mas estão longe de ser o Investimento de Branding em si.

Dúvidas sobre marketing digital que muitas pessoas têm

Investir em Branding, é:

  • Mergulhar na sua marca
  • Entender profundamente o seu nicho
  • Pesquisar ainda mais sobre os seus consumidores
  • Desenvolver o seu Tom de Voz
  • Encontrar, na sua marca, os elementos que tornam ela única

E, desculpe a honestidade, essas possuem um custo elevado para muitas empresas que estão começando. Ou que estão nas fases iniciais dos seus projetos.

Uma empresa que SÓ sobrevive não está tão errada!

Auditoria de marca? Entenda se você precisa de uma

Antes de Investir em Branding, comece, mergulhe, teste

Você não precisa de um Manual para te ensinar o que você gosta e o que você não gosta. Você não precisa de um Manual te ensinando como falar com seus clientes. Definitivamente, não precisa de um Manual te falando quais são as qualidades do seu produto.

Você precisa começar. 

Entender o mercado, testar as águas, descobrir, se desenvolver. Depois, em uma fase mais madura, aí sim, um profissional de Branding é capaz de lapidar os elementos que você já têm (SIM, POIS NÃO EXISTE BRANDING FORÇADO).

Este processo de lapidação leva tempo e exige um custo significativo

Feito de maneira correta, ele traz  todas as qualidades que eu citei lá no topo. Agora, se for aplicado de qualquer jeito, esse investimento vai apenas fazer a sua empresa perder tempo e dinheiro.

Para finalizar e voltando à dor que abre este artigo: minha empresa está sem dinheiro para investir em Branding, o que eu faço? Bem, continue se descobrindo. Todos os dias você investe em Branding, mesmo sem saber. Todos os dias você desenvolve a sua marca.

Continue desenvolvendo ela e, quando os recursos forem o suficiente, invista em um projeto de Branding real, profundo e duradouro. 

É isso o que eu tinha para dizer sobre o tema.

Gostou do artigo? Então, continue acompanhando o Blog. Estou sempre trazendo dicas, notícias e novidades sobre o universo das marcas de valor.

Agradeço a leitura e até a próxima! 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *