BLOG DO DALTRO

muito conteúdo de branding​

Um propósito para chamar de seu. Você certamente tem, e sua marca?

Proposito de marca
Encontrar o motivo da existência da sua marca deveria ser o primeiro passo, até mesmo antes de sua abertura. Se você não pensou nisso, no entanto, não se preocupe. Hoje vou falar um pouco sobre propósito e como encontrar um para a sua marca.

Eu já falei, em outro texto, sobre propósito de marca como um dos possíveis posicionamentos que uma marca pode assumir para se destacar no mercado.

Inclusive, me lembro de ter falado que nem toda marca precisa se posicionar através de um propósito.

Desde então, nada mudou.

Hoje eu vou falar sobre propósito não como uma forma de se posicionar, mas como um jeito de dar um norte para você e para seus funcionários, caso tenha.

Afinal, uma empresa com propósito que seja além de ganhar dinheiro e mercado tem muito mais chances de sobreviver no ambiente corporativo.

Para começar, vamos ao conceito de proposito de marca.

O propósito de uma marca é, basicamente, a razão da sua existência. Esse propósito, geralmente, é baseado no que os sócios acreditam, e sobre a diferença que podem representar para o mundo.

Mas isso precisa fazer algum sentido, é claro.

Para encontrar o propósito da sua marca, pergunte a si mesmo: porque a sua marca existe? Como ela pretende melhorar a sociedade no longo prazo?

E se você não souber responder à essas perguntas, bem… Eu acho que você precisa começar a rever alguns conceitos.

Assim como todas as pessoas precisam de um propósito de vida para seguirem em frente, apesar dos obstáculos que a vida nos impõe, uma marca não é diferente.

Sem um propósito, a tendência é que sua empresa não tenha força suficiente para sobreviver aos momentos de dificuldade.

Porque isso é tão importante, afinal?

Bem, além do que eu acabei de falar, que por si só deveria ser motivo suficiente, existem outros fatores que precisam ser considerados.

Atualmente, todas as empresas sabem o que elas fazem.

Algumas sabem como fazem seu trabalho.

Mas pouquíssimas entendem o porque elas fazem o que fazem.

E com a mudança no padrão de consumo da sociedade, marcas que conseguem responder à pergunta “porque você está aqui” com qualquer coisa melhor que “para ganhar dinheiro” tendem a ser mais respeitadas pelo público.

Com respeito, se cria uma relação emocional.

Com a relação emocional, vem o significado. E todo mundo quer participar de algo que realmente signifique uma melhoria para a sociedade.

Resumindo. Todo mundo quer fazer parte da mudança que espera que aconteça.

Afinal, estamos ávidos para darmos sentidos às nossas vidas.

Nesse cenário, as marcas precisam representar mais do que apenas os seus produtos, mas as pessoas que os compram.

E se “você não me representa”, eu não compro de você.

E como eu posso fazer isso?

O ideal é que seu propósito seja simples, fácil de entender, e tenha sentido para o seu público-alvo.

Para atender a todas essas necessidades, você vai precisar resumir o seu propósito em uma sentença simples e acessível.

Se não puder fazer isso, repense.

Abaixo, vou dar alguns exemplos de posicionamentos nesse sentido.

Nike

Motivar todos os atletas do mundo. Nós acreditamos que, se você tem um corpo, você pode ser um atleta”.

Always

Impulsionando a autoestima feminina.

Coca-Cola

Inspirar momentos felizes e otimistas.

Mas se toda empresa deve ter um propósito, esse não deveria ser seu diferencial?

Essa é a pergunta que eu sempre escuto.

A verdade é que, embora toda empresa precise de um propósito, nem todas precisam usar ele em sua comunicação.

Pois ele pode ser “fraco” como argumento de venda, pode ser considerado comum, ou simplesmente não ter tanta relevância assim para seu cliente.

Nesses casos, seu propósito não poderá ser um norte de posicionamento.

O que não quer dizer que ele precise existir. Afinal, como eu disse lá em cima, todos precisamos de algo que nos motive a seguir em frente.

E, como tudo que é relacionado ao branding, isso precisa ser verdadeiro.

Pronto, resolvemos a questão em menos de 1000 palavras.

Espero que isso tenha te ajudado!

Artigos Relacionados

Comente com seu Facebook